segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

PODEMOS SE ÉTICOS E TRAPACEIROS AO MESMO TEMPO?

MEUS AMIGOS,

Vejam o e-mail que eu recebi  e tirem suas conclusões.

Voce concorda com o autor do livro descrito abaixo?

ÉTICA
é uma coisa relativa? 
O
 sociólogo Peter Berger escreveu livrinho delicioso:
 "Introdução à Sociologia". 
U
m dos seus capítulos tem um título estranho e delicioso:
"Como trapacear e se manter 
ético ao mesmo tempo". 

E
 stranho à primeira vista. M as logo se percebe que, na política, é de suma importância juntar ética e trapaça. Para explicar vou contar uma historieta. H avia numa cidade dos Estados Unidos uma igreja batista.                   O s batistas, como se sabe, são um ramo do cristianismo muito rigoroso nos seus princípios éticos.
H avia na mesma cidade uma fábrica de cerveja que, para a igreja batista, era a vanguarda de Satanás.
O pastor não poupava a fábrica de cerveja nas suas pregações..
A conteceu, entretanto, que, por razões pouco esclarecidas, a fábrica de cerveja fez uma doação de 500 mil dólares para a dita igreja. Foi um auê..
O s membros mais ortodoxos da igreja foram unânimes em denunciar aquela quantia como dinheiro   do Diabo e que não poderia ser aceito.
M
as, passada a exaltação dos primeiros dias, acalmados os ânimos, os mais ponderados começaram a analisar os benefícios que aquele dinheiro
poderia trazer: uma pintura nova para a igreja, um órgão de tubos, jardins mais bonitos, um salão social para festas.
R euniu-se então a igreja em assembléia para a decisão democrática. 
D
 epois de muita discussão registrou-se a seguinte decisão no livro de atas: 
"A Igreja Batista Betel resolve aceitar a oferta de 500 mil dólares feita pela Cervejaria na firme convicção de que o Diabo ficará furioso quando souber que o seu dinheiro vai ser usado para a glória de Deus." 


É isso aí...

Grande abraço a todos e até uma próxima oportunidade, aproveito para desejar a todos um FELIZ NATAL E UM ANO NOVO REPLETO DE REALIZAÇÕES COM MUITA ÉTICA E SEM TRAPAÇAS.

Um comentário:

  1. Sensacional!!!!
    Como piada, vale!!! Risos...
    GUSTAVO.

    ResponderExcluir