quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

40 ANOS DE CASADOS - UMA VIDA JUNTOS.

AMIGOS

Foto

DIA 16 DE FEVEREIRO DE 1974 -  11.00 HS DA MANHA.

Firmamos o compromisso.
Era um sábado, depois de um tempo de correria para aprontar tudo, receber os amigos e parentes que viriam para o casamento.
Chegou o grande dia.
Não vou esquecer. Dia chuvoso, uma garoa fina teimava em cair, mas mesmo assim não conseguiu diminuir nosso entusiasmo, nosso sonho.

Dentre muitas histórias que permeiam nossa vida.

Lembro como se fosse hoje de duas situações marcantes.

1- Na sexta feira anterior ao casamento ficamos até a madrugada preparando os últimos acertos, pois a festa seria na casa de minha sogra, era a primeira filha que casava, então já viu.
Durante a noite, antes de deitar, pedi a meu sogro a quem não conheci, pois já era falecido, que abençoasse nosso casamento. Não disse nada para a Ana Maria.

Como já citei,era um dia chuvoso,  mas durante a cerimonia, estávamos no altar e de repente a chuva parou, o sol abriu e pelo vitrô da igreja um raio de sol  iluminou a nós dois e naquele exato momento, começamos a chorar, pois tivemos a certeza que era a benção que havíamos pedido, pois Ana Maria também na noite anterior, havia pedido a mesma coisa que eu.

Foi um momento rápido, pois depois a chuva continuou, mas para nós foi eterno. Tivemos a certeza de ter recebido uma benção especial, além daquela  dos amigos e parentes.

Depois  disso a festa aconteceu.  E continua até hoje e  como toda festa, com direito a balões, doces, salgados, e muitas vezes com  pratos e copos quebrados.

2- Ao entrar na Igreja, meu cunhado, que tinha ficado com as alianças me falou baixinho no ouvido.
Cara esqueci das alianças em casa.

E agora?

Ele me passou a aliança da minha irmã e a dele e disse - casa com as nossas depois vocês trocam.
Tudo bem, peguei as alianças e fui para o altar esperar a noiva. Ela não sabia da história.

Alguns minutos depois, ela chegou, linda, toda de branco e no lugar do véu e grinalda um chapéu todo branco, lembro bem, minha gringa, mais uma vez inovando. Estava  linda.

Durante a cerimonia consegui dizer a ela a historia das alianças. Só que na hora de colocá-las um pequeno probleminha.
A aliança da minha irmã, serviu perfeitamente na  Ana Maria, mas a do meu cunhado, não passou na segunda junta do meu dedo.

Enfim casei com a aliança no meio do dedo.

Hoje depois de 40 anos, continuamos juntos, temos 3 filhos, genro, nora e 2 netos.

Como eu digo sempre e quem me conhece sabe a maneira  engraçada que falo isso.
"40 anos de plena felicidade".

SOMOS FELIZES.

PRECISA MAIS?

CLARO QUE NÃO.

 EU  TENHO TUDO QUE PRECISO.

Grande abraço.

















3 comentários:

  1. PAI.
    Já sabia desta história, mas ao lê-la aqui, ciente de toda a nossa trajetória, chorei de felicidade.
    Somos afortunados e verdadeiramente abençoados por DEUS.
    Feliz dos filhos que passados 40 (quarenta) anos ainda tem seus pais ligados pelo elo bonito de um casamento.
    Agradeço a DEUS, todos os dias, por ter vocês como parceiros de vida.
    Que DEUS me permita passar a Gabrielle e ao Arthur todos os ensinamentos profetizados por vocês.
    Que DEUS permita eu seja, pelo menos, a metade do exemplo que tu e a mãe são para mim.
    AMO VOCÊS.
    Gustavo Coimbra.

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Paulo Sergio e Ana Maria!
    Parabéns por esta data!
    Linda historia! Podem se orgulhar pois não existem muitos casais hoje em dia que possam olhar para traz e se orgulhar da vida em conjunto!
    Desejo que esta data se multiplique em muitos anos!
    Que DEUS ilumine sempre seus caminhos!

    Abraços

    Claudia Ramos

    ResponderExcluir