sábado, 18 de março de 2017

POVO MARCADO ÊH, POVO FELIZ

Meus amigos


ADMIRÁVEL GADO NOVO
Zé Ramalho 

Esta música foi composta por Zé Ramalho, inspirada no titulo do livro Admirável Mundo Novo de Aldous Huxley.

Foi lançada no seu primeiro LP em 1979.

A canção, quando foi composta falava da vida sofrida do povo do sertão do Brasil, falava das dificuldades do dia a dia para a sobrevivência, e do difícil trabalho das pessoas, além de sugerir a esperança de tempos melhores e evidenciar que o povo é marcado, porém feliz.

38 ANOS DEPOIS CONTINUA TUDO IGUAL!!!

A diferença é que atualmente esta musica serve para todos nós, para todas as regiões, não só para o sertão.

Carnaval e Futebol - tendo isto tá bom. Realmente povo marcado. povo Feliz.

Minha Escola de Samba ganhou o carnaval e o Flamengo e o Corinthians foram campeões.!!!!

O "RESTO", meu amigo, é somente o resto.

É nisso que os políticos apostam. FUTEBOL E SAMBA.

Não foi atoa que quando anunciaram a Copa do Mundo no Brasil os políticos fizeram o maior auê.

Festa para o povo e obras superfaturada.  Dinheiro a vontade.

Depois a gente  como fica.

Se quebrar o País, a gente inventa reformas, cria impostos novos ou aumenta os que já tem e o povo paga a conta, sem reclamar.

Tem sido assim desde o descobrimento.

POVO MARCADO ÊH, POVO FELIZ.



"Admirável Gado Novo
Zé Ramalho

Vocês que fazem parte dessa massa
Que passa nos projetos do futuro
É duro tanto ter que caminhar
E dar muito mais do que receber
E ter que demonstrar sua coragem
À margem do que possa parecer
E ver que toda essa engrenagem
Já sente a ferrugem lhe comer
Êh, oô, vida de gado
Povo marcado
Êh, povo feliz!


Lá fora faz um tempo confortável
A vigilância cuida do normal
Os automóveis ouvem a notícia
Os homens a publicam no jornal
E correm através da madrugada
A única velhice que chegou
Demoram-se na beira da estrada
E passam a contar o que sobrou!
Êh, oô, vida de gado
Povo marcado
Êh, povo feliz!


O povo foge da ignorância
Apesar de viver tão perto dela
E sonham com melhores tempos idos
Contemplam esta vida numa cela
Esperam nova possibilidade
De verem esse mundo se acabar
A arca de Noé, o dirigível,
Não voam, nem se pode flutuar
Êh, oô, vida de gado
Povo marcado
Êh, povo feliz!"


Abraço
Paulo Coimbra



Nenhum comentário:

Postar um comentário