sexta-feira, 27 de abril de 2012

PRESIDIO CENTRAL - VERGONHA NACIONAL - CADÊ OS CULPADOS


Assisti a um programa na TV que mostrava a realidade do nosso Presidio Central.

Ninguém merece uma imundice daquelas, por mais bandido que seja,

Ratos, esgoto correndo pelo meio da cozinha onde preparam as refeições.

Tubulação furada pingando toda aquela sujeira.


Lotação muito além do limite permitido.

Presos doentes misturados a outros sadios.

Sei que estão lá por atrocidades cometidas, não acho que devam ter mordomias, ao contrário, deveriam trabalhar lá dentro e ganhar seu próprio sustento, mas nossos presídios não oferecem este tipo de coisas. 

Deveria ser um período fora da sociedade para que o indivíduo se reciclasse e voltasse regenerado para o meio social.

Mas de que jeito????

A reportagem agitou o universo politico do nosso Estado.

O Governador atual disse que isto já é um problema antigo e atirou para o anterior,

O anterior, ouvi ontem no radio, disse que agiu. Fez uma cozinha nova e algumas salas mas que não estão sendo usadas.

Em resumo é assim mesmo que funciona

GOVERNADOR ATUAL CULPA O ANTERIOR

O ANTERIOR  SE VALORIZA DIZENDO QUE FEZ ALGUMA COISA E QUE NÃO ESTÃO UTILIZANDO.

Um tirando o corpo fora e o outro tentando se valorizar sobre a desgraça que está aí na nossa cara e ninguém faz nada.

QUE  PAÍS É ESSE QUE GASTA MILHÕES COM ESTADIOS DE FUTEBOL  E DEIXA EDUCAÇÃO, SEGURANÇA, SAÚDE E TAMBÉM PRESÍDIOS EM PÉSSIMAS CONDIÇÕES.


quinta-feira, 12 de abril de 2012

BRASIL O PAÌS DOS COITADINHOS





ESTE É O  LIVRO DE EMIL FARHAT, SUCESSO NA DÉCADA DE 60, CUJO TÍTULO SEMPRE ME CHAMOU ATENÇÃO.

LEMBRANDO AS COISAS QUE ACONTECEM HOJE, EM NOSSO  BRASIL, PODEMOS NOTAR QUE O TEMA É MUITO ATUAL.

Temos a tendência de passar a mão por cima de tudo que acontece. Usamos sempre uma desculpa para justificar nossas atitudes.

Nossas leis, ao contrário de serem cada vez mais rígidas, estão se abrandando, por exemplo:

- O STJ, agora, diz que só é possível processar criminalmente o motorista se houver comprovação de que ele dirigia tendo concentração de álcool no sangue (superior a 0,6 gramas por litro). Isto só pode ser confirmado através dos exames que estão previstos na lei (bafometro ou exame de sangue). Portanto, esta decisão esvazia  a Lei Seca pois o motorista não é obrigado a produzir provas contra si e pode se recusar a fazer os exames.

- Os atropelamentos com mortes produzidos por motoristas bebados estão acontecendo todos os dias e não são consideradas crimes dolosos.
Está sendo necessária uma campanha, através de Rádio e Televisão, no sentido de colher 1 milhão de assinaturas para conseguirmos trocar a lei no sentido de afirmar que não foi acidente e sim que houve dolo, pois ao dirigirmos  alccolizados  assumimos o risco de matar alguém.

- Reelegemos politicos corruptos. Tanto é verdade, que para expurgá-los da vida  pública, foi necessário criar a Lei da Ficha Limpa. 
Esta lei não seria necessária se essa limpeza partisse, naturalmente, do espírito da população.

- Não podemos mais nem dar uma palmada nos nossos filhos pois é proibido através da Lei da Palmada.
Crianças com educação, estudo e valores morais insuficientes criadas por pais permissivos, que não querem seus filhos passando trabalho  na vida e para tanto dão tudo que pedem, num consumismo desenfreado.

- Temos um governo extremamente assistencialista que deixa o povo mais dependente, mais coitadinho. Atualmente, qualquer coisinha constrange todo mundo que na mesma hora procuram seus direitos - criando a indústria dos processos por danos morais.

QUE FILHOS ESTAMOS CRIANDO?
QUE MUNDO ESTAMOS DEIXANDO PARA ELES?
SERÁ QUE NÃO ESTÁ NA HORA DE REPENSARMOS NOSSAS IDÉIAS, NOSSOS VALORES?...