"QUANDO EU PERDER A CAPACIDADE DE INDIGNAR-ME, ANTE A HIPOCRISIA E AS INJUSTIÇAS DESTE MUNDO, ENTERRE-ME: POR CERTO JÁ ESTOU MORTO".
Augusto Branco.


sexta-feira, 14 de junho de 2019

APOSENTADORIA ESPECIAL DOS CONGRESSISTAS

AMIGOS.

Para conhecimento:

172 Deputados optaram pelo Regime Especial de Aposentadoria - Plano de Seguridade Social dos Congressistas (PSSC).

Este Plano desde 1977 permite a concessão do beneficio a partir dos 35 anos de contribuição e 60 anos de idade, sem fazer distinção entre homens e mulheres.

A Lei prevê que qualquer um deles se aposente com proventos proporcionais ao tempo de mandato. Ou seja 1/35 avos por ano de mandato, SEM LIMITAÇÃO DE TETO.

Você sabe como se faz este cálculo do 1/35 avos obre o salário?

O salário mensal dos parlamentares é de R$ 33.763.,00 para o exercício do mandato. 

A fórmula é;  salário X 1/35 =  aposentadoria

Vejamos se você se elegesse deputado federal

Com 1 mandato - 4 anos sua aposentadoria seria:

33.783,00 x   4 anos  dividido por 35   =  3.860,00

Com dois mandatos - 8 anos, sua aposentadoria seria:

33.783,00 x   8 anos (2 mandatos)  dividido por 35   =  7.721,00

Com 3 mandatos - 12 anos - sua aposentadoria seria:

33.783,00 x 12 anos (3 mandatos) divididos por 35  = 11.582,00 

Com direito a pensão a dependentes conforme estipula o PSSC  (link abaixo)

Os representantes gaúchos que optaram por este regime  são:

DARCISIO PERONDI
HENRIQUE FONTANA
POMPEO DE MATTOS
MARIA DO ROSÁRIO
ONYX LORENZONI
PAULO PIMENTA
AFONSO HAMM
DANRLEI DE DEUS HINTERHOLTZ
GIOVANI CHERINI
MARCON
MAURICIO DZIEDRICKI
COVATTI FILHO
HEITOR SCHUCH
MARCIO BIOLCHI
NEREU CRISPIM

Abaixo o link do Plano de Seguridade Social dos Congressistas. 

 https://www2.camara.leg.br/deputados/pesquisa/56a-legislatura/no-exercicio-do-mandato/plano-de-seguridade-social-dos-congressistas-pssc

Grande abraço.

Paulo Coimbra
Junho/2019.


segunda-feira, 3 de junho de 2019

BANCO DE SANGUE VIRTUAL

AMIGOS :

HOJE, AO CONTRÁRIO DE FALAR EM POLITICA, QUERO DIVULGAR UM PROJETO QUE ACHEI MUITO IMPORTANTE!! 





Conheça o Banco de Sangue Virtual
Motivos para salvar vidas

Tendo em vista que nossos hospitais e hemocentros estão sempre em busca de doadores/voluntários para poder abastecer seus estoques, que seguidamente sofrem e padecem com dificuldades no atendimento, apresentamos o BANCO DE SANGUE VIRTUAL.
Nosso trabalho consiste em efetivar uma parceria entre instituições e doadores, com a finalidade de ajudar os pacientes e familiares que sofrem com a espera de doadores.
Através do seu cadastro, o Banco de Sangue Virtual te avisa via email e WhatsApp quando alguém da sua cidade estiver precisando de sangue. Legal né?

Junte-se a nós nessa corrente do bem. 

Vamos juntos na missão de salvar muitas vidas!


 PARTICIPE - DIVULGUE - COMPARTILHE.


Grande abraço.
Paulo Coimbra

Junho/2019

segunda-feira, 27 de maio de 2019

MANIFESTAÇÕES


AMIGOS.

Foi lindo de ver.

Um país saindo às ruas democraticamente, civilizadamente, com bandeiras verde amarelas, sem badernas, simplesmente mostrando sua indignação com a politica atual que está aí.

Queiram ou não!!

Gostem ou não!!

Temos um presidente eleito pela maioria da população querendo governar e sendo impedido:

- por um congresso comprometido - somente consigo mesmo.

- por uma oposição - que não aceita a derrota.

- por uma parte da mídia "isenta" e mal acostumada - que perdeu verbas milionárias de propaganda e publicidade.

Todos os citados, com discursos demagógicos, na real, só estão pensando neles mesmos, no que estão perdendo, uma vez que as torneiras que jorravam dinheiro publico estão sendo fechadas.

Não querem aprovar reformas, estão pensando até em criar um PARLAMENTARISMO BRANCO, onde "ELES" governariam, independente da vontade da maioria.

Incrível!!!

Quem ontem apoiava,

- convidava a população para ir as ruas reclamar porque estava ruim,

- faziam discursos aproveitando a onda de indignação, com a intenção de se eleger,

- hoje, depois de ELEITOS, mudam o discurso e dizem que não é o momento.

SEMPRE SERÁ O MOMENTO DO POVO RECLAMAR,  IR ÀS RUAS PACIFICAMENTE, QUANDO NÃO FOR DO  SEU INTERESSE.

Aprendemos, apos muitos anos, a mostrar nossa INDIGNAÇÃO.

Se preciso for, faremos outras mais,

Tantas quanto forem necessárias, para atingir nosso objetivo :

CONSTRUIR UM BRASIL MELHOR.

Grande abraço

Paulo Coimbra
Maio/2019

segunda-feira, 20 de maio de 2019

DIA 26 - MANIFESTAÇÃO POPULAR


AMIGOS,

Neste próximo domingo,  está marcada uma manifestação para tentarmos conseguir um Brasil melhor.

Vamos às ruas, mostrar nossa indignação, contra tudo isto que está acontecendo em nosso país.

O Brasil continua parado após as eleições!

Antes era pelo resultado que sairia das urnas.

Bolsonaro, com a ajuda da população venceu - É o novo Presidente.

Assumiu em Janeiro.

Alguns jornais, emissoras de TV, revistas, oposição, até hoje não digeriram esta vitoria e estão fazendo de tudo para que o Brasil continue do jeito que está, da maneira que deixaram, e lutam desesperadamente para não aprovarem as medidas que  o Governo enviou ao Congresso.

Entre elas:

Reforma da Previdência -

Pacote anticrime -

Contingenciamento de verbas das Universidades -

Fechou as torneiras onde jorrava dinheiro público -

Diminuiu o numero de Ministérios - 

Tudo com a intenção de que o PAÍS se recupere, que saia deste marasmo que se encontra, 

Que volte a crescer, 

Volte a gerar empregos,

Volte a ter a confiança do mercado, pois só assim a economia deslancha. (o dólar diminui e a bolsa cresce).

Está difícil, pois segundo as ultimas informações, o CENTRÃO e a OPOSIÇÃO se uniram para que nada seja aprovado.

Estão pensando em criar um PARLAMENTARISMO BRANCO, ou seja, só aprovariam o que é bom para eles, e consequentemente se é bom para eles é ruim para o Brasil.

Estão tentando criar um GOVERNO PARALELO.

Esta é a DEMOCRACIA  tão decantada pela classe politica?

Não esqueça  -  dia 26 próximo domingo - MANIFESTAÇÃO POPULAR.

PARTICIPE!

Estava quase publicando este texto quando recebi do Jornal da Cidade Online este link, abaixo, que é mais uma confirmação do momento que estamos vivendo.

Abra o Link e leia o que o jurista  Modesto Carvalhosa escreveu:

https://www.jornaldacidadeonline.com.br/noticias/14658/e39estamos-vendo-o-famigerado-centrao-dominar-a-politica-com-medidas-absurdase39-afirma-modesto-carvalhosa

Grande abraço.

Paulo Coimbra
Maio/2019


quarta-feira, 8 de maio de 2019

VAIDADE - EGO - CIÚME OU PREPOTÊNCIA?


Amigos: 

Eu estava pronto para fazer um comentário sobre esta briga de egos, vaidades, ciumes e prepotência:

- de um lado temos - 

Olavo de Carvalho e os filhos do Presidente 

- do outro - 

os militares - General Mourão, General Vilas Boas e o General Santos Cruz.

Onde isto vai chegar?

Quais as  consequências para o país - os aliados brigarem???

- a bolsa de valores despenca,

- o dólar sobe,

- a economia continuar devagar e o Brasil parado!!!!

Acordem Senhores!!!!

O adversário a ser vencido é outro!!!!!

Tudo que o Governo não precisa são inimigos na trincheira.

Nossos adversários estão fazendo a festa com esta briguinha, idiota e sem fundamento, que não leva a nada.


https://www.jornaldacidadeonline.com.br/noticias/14493/briga-de-machos-equotalfaequot-a-quem-interessa-essa-guerra-de-ciumes-entre-homens-vaidosos-veja-o-video

Grande abraço

Paulo Coimbra
Maio/2019


domingo, 28 de abril de 2019

BANDO DE CORRUPTOS

AMIGOS.

Fico me perguntando o que leva um ou mais Ministros do Supremo a autorizar  entrevistas com o ex-presidente LULA, preso por corrupção e lavagem de dinheiro?

O que acrescenta ao País? Só vai acirrar os ânimos!!!!!

O que de concreto existe por trás dessa decisão?

Repasso para vocês um artigo, que recomendo a leitura, recebido do Jornal da Cidade online, de onde atualmente recolho informações e me atualizo sobre as noticias do nosso dia a dia.

É um texto longo, mas vale a pena a leitura.

Abraço

Paulo Coimbra
“O Brasil é governado por um bando de malucos, afirma Lula na prisão” é a manchete sensacionalista de hoje (27) da Foice de São Paulo.
Longe do que afirma o ‘Princeps Corruptorum’, o execrável Lula - o político mais corrupto das democracias ocidentais em todos os tempos - o Brasil não é governado por um bando de malucos. Muito ao contrário, possui uma equipe de governo capaz de fazer inveja ao mundo civilizado. O que estraga é a Câmara presidida por Rodrigo Maia, e o Senado, presidido por Davi Alcolumbre, ambos encalacrados com processos no STF.
Mas o Brasil – que não é hoje presidido por um bando de malucos - já foi governado por um bando de corruptos, a maior parte do partido de Lula e já condenados e/ou presos pela Justiça a maioria dos seus membros, inclusive ele próprio, o repugnante canalha Lula. Isto ocorreu exatamente no governo deste verme moral, o entrevistado da Foice que, ao longo de oito anos, criou e gerenciou os dois maiores escândalos de corrupção, antes jamais vistos pelas democracias ocidentais.
Esta entrevista, após autorização da dupla petista Toffoli/Lewandowski, havia sido aberta - num gesto de salutar democracia - à toda a mídia pelo Superintendente da Polícia Federal no Paraná, delegado Luciano Flores Pires.
O petista e cria de Lula, Ricardo Lewandowski, sabedor do gesto democrático de Pires, baixou Portaria impedindo o resto da imprensa brasileira de participar da entrevista, limitando a mesma à Foice de São Paulo.
O que seria uma entrevista, transformou-se em “entrevista”, certamente algo adrede preparado com a assessoria da Foice de São Paulo, antigamente “um jornal a serviço do Brasil”, transformado hoje em “um jornal a serviço do lulopetismo e das esquerdas corruptas, em geral”.
Uma vergonha para o País, por certo, tanto a autorização da entrevista quanto, pior, a sua restrição à Foice. O Brasil certamente é o único país do mundo democrático em que um preso, condenado em três instâncias judiciais, é autorizado a dar entrevista. Pena que Marcola não seja filiado ao PT. Se o fosse, certamente haveria ‘juízes’ no STF dispostos a conceder-lhe direito de entrevista pela Foice de São Paulo.
Vergonha para o País? Sim, mas como vergonha é palavra que Lewandowski e Toffoli não têm em seus dicionários – se é que usam dicionário, duvido – os dois são incapazes deste sentimento profundamente humano e só reconhecido em pessoas de bem: a vergonha.
Fico também sabendo de que a mesma entrevista negada à mídia nacional – e restrita à Foice de São Paulo – fora também aberta ao jornal de esquerda espanhol El País. A que ponto de subversão dos valores democráticos e morais fomos levados por alguns membros do STF – lá colocados por presidentes de moralidade duvidosa (como Temer), ou mesmo bandidos confirmados judicialmente, como Lula.
Tem absoluta razão o ministro Barroso ao verbalizar, como o fez no dia 25 na Universidade de Colúmbia, a vergonha que é nosso STF Tabajara:
"A pergunta que me faço frequentemente é por que o STF está sob ataque, por que está sofrendo esse momento de descrédito. Bem, o que acho que está acontecendo é que há uma percepção em grande parte da sociedade e da imprensa brasileira de que o STF é um obstáculo na luta contra a corrupção no Brasil. Eles sentem que o Supremo frequentemente protege a elite corrupta."
E põe obstáculo nisso. Esses obstáculos na luta contra a corrupção têm nome e sobrenome. Destaques para Gilmar Mendes, Dias Toffoli e Ricardo Lewandowski, vergonhas da Nação brasileira.
Como se já não bastasse, conclui Barroso:
"Uma corte que repetidas vezes toma decisões com as quais a sociedade não concorda e não entende, aí se tem um problema. Porque autoridade depende de confiança e credibilidade. Se você perde isso, a força é a única coisa que resta".
Concordo plenamente, QUE A FORÇA É A ÚNICA COISA QUE RESTA.
Já deixara isto claro em meu último artigo publicado neste jornal.
Se estas bandalheiras jurídicas, que chegam à suprema vergonha de conceder a um condenado em Terceira Instância o direito a entrevista – restrita a um único jornal nacional e a um estrangeiro – não nos resta opção outra que a força do povo, representada agora pelo único estamento oficial do Estado brasileiro que entende de honra: as Forças Armadas.
Jamais em minha vida advoguei a quebra da Constituição pela força.
Nem em 1964, diante da balbúrdia que visava transformar o Brasil numa Cuba, desejei uma quebra da Constituição. Mas lá as Forças Armadas evitaram o pior, como aprendi com o tempo, pelo único caminho então possível.
Entre a bandalheira reiterada por este Supremo Tabajara e o boicote oportunista e vergonhoso do Congresso às reformas, que não são de Bolsonaro, são do Brasil - e sem as quais o País quebra - e a ruptura constitucional para uma limpeza geral e um grande salto à frente, opto, finalmente e com muita dor, por este último.
Não gosto deste remédio, já falei, como não gosto de quimioterapia para debelar um câncer. Mas quando se está diante da opção: morte, ou quimioterapia, eu optei, no passado já distante, pelo caminho doloroso desta última, que, ao final, salvou minha vida.
Chega de corrupção protegida pela Corte Suprema bichada que, ao contrário do que faz, deveria combate-la.
Chega desta política safada de “articulação”, palavra que substitui “chantagem”, tão insistentemente recorrida por Rodrigo Maia, alcunha “Botafogo” no Departamento de Propina da Odebrecht.
É preciso um basta a esta bandalheira, mesmo que por processo doloroso como uma quimioterapia, que o Brasil não mais aguenta o câncer político-jurídico de que padece".

José J. de Espíndola

Engenheiro Mecânico pela UFRGS. Mestre em Ciências em Engenharia pela PUC-Rio. Doutor (Ph.D.) pelo Institute of Sound and Vibration Research (ISVR) da Universidade de Southampton, Inglaterra. Doutor Honoris Causa da UFPR. Membro Emérito do Comitê de Dinâmica da ABCM. Detentor do Prêmio Engenharia Mecânica Brasileira da ABCM. Detentor da Medalha de Reconhecimento da UFSC por Ação Pioneira na Construção da Pós-graduação. Detentor da Medalha João David Ferreira Lima, concedida pela Câmara Municipal de Florianópolis. Criador da área de Vibrações e Acústica do Programa de Pós-Graduação em engenharia Mecânica. Idealizador e criador do LVA, Laboratório de Vibrações e Acústica da UFSC. Professor Titular da UFSC, Departamento de Engenharia Mecânica, aposentado.



sábado, 13 de abril de 2019

CRIA CUERVOS - RAÚL PÉRES TORRES -

    
AMIGOS,     
Recebi este texto, repasso para para reflexão:

"Eu nunca quis ouvir-me!
A cultura é o eixo transversal de toda transformação revolucionária.
Um povo sem cultura só pode aspirar ao cimento armado e ao último modelo de carro.
A nova classe média logo esqueceu quem possibilitou sua promoção e se tornou a estrela semanal do supermercado.
A competição começa a ser a ideologia dos meios de comunicação de massa , e o vestido de marca se transforma em sua pele.
Deus é o mercado, o centro comercial, a nova igreja e o cliente, seu escravo fiel.
Honestidade, lealdade, solidariedade, são estepes de lobos arruinados.
O povo gordo da ganância, cambaleando na nova realidade, não sabe o que fazer com o que  tem. 
Hospitais, universidades, estradas, trabalho, salário mensal, pensões caíram do céu. 
Agora você pode molestar, agora você pode insultar, relaxar e manifestar o seu ego oculto, você pode até desperdiçar e assenhorar-se e perverter-se, porque é seu direito.
Ninguém tira o direito dele. O Estado monitora e propõe seu direito.
Ele entrega o peixe sem ensiná-lo a pescar.
Analfabeto de princípios e símbolos. Seu egoísmo, sua individualidade, sua mediocridade, sua ambição, são garantidos.
Eu nunca quis ouvir-me!!.
A primeira coisa que define e permite uma transformação é cultura.
E cultura é a percepção que temos do mundo, a maneira pela qual nós consentimos ao outro, a possibilidade de preencher seu espírito com uma sensibilidade gentil, é a fonte de nosso comportamento e a ferramenta para gerenciar o bem viver na sociedade, e na comunidade, a aprendizagem diária de generosidade e respeito pelos outros.
Na televisão, difamantes estereótipos de nós mesmos.
No cinema, a maneira mais sofisticada para matar o seu pai, 
Na  política, falsos profetas,
Na administração pública, prestidigitadores do roubo,
Nas escolas, o implacável exemplo das drogas,
Na família, violência e álcool como uma peça de mobiliário.
Na vida cotidiana, a grosseria, o trato rude, o insulto brutal, amores eternos que acabam na delegacia.
Desejo que nossos irmãos sofram outro terremoto por não pensarem como nós..
Então, você tem que alcançar as pessoas com humildade, você tem que tocar seus recursos para saltar sua sensibilidade,
Para isso então você tem que preenchê-lo com poesia, música, literatura, teatro, sabedoria, e exemplo de homens e mulheres que construíram a pátria.
Você tem que colocar suas mãos sobre arte, ética e estética, porque se  para algo serve a cultura é precisamente para isso, para sensibilizar-nos,  para sermos mais abrangente e includentes.
Eu nunca quis ouvir-me!!
E agora a cegueira de um povo atordoado, de um povo que não teve a oportunidade de abrir seus corações à cultura, dá cabeçadas, gritos e blasfêmias, sentindo-se ferido e magoado. Disposto a tirar seus olhos".

Grande abraço
Paulo Coimbra.
Abril/2019

Tradução do texto original. O autor é Equatoriano - mas serve muito bem para os dias de hoje aqui no Brasil.


Abaixo o link do vídeo em Espanhol

segunda-feira, 8 de abril de 2019

O BRADO RETUMBANTE DE UM POVO HEROICO


AMIGOS,

O BRADO RETUMBANTE DE UM POVO HEROICO.

Assistir a um vídeo onde milhares de pessoas, pacificamente, reclamam da atuação dos Ministros do STF e no final ainda cantam o Hino Nacional, me fez replicar este texto que postei aqui no Blog em junho 2013, durante a Copa das Confederações, quando naquela época também houveram manifestações populares.

 Conforme diz nosso hino, cantado hoje a plenos pulmões:

OUVIRAM DO IPIRANGA AS MARGENS PLÁCIDAS,
DE UM POVO HEROICO O BRADO RETUMBANTE,
E O SOL DA LIBERDADE. EM RAIOS FÚLGIDOS,
BRILHOU NO CÉU DA PÁTRIA NESSE INSTANTE.


Realmente amigos:

O BRADO RETUMBANTE de um POVO HEROICO, que;

TRABALHA,
ESTUDA,
SORRI, CHORA, SOFRE.
QUE É ALEGRE, FELIZ, SOLIDÁRIO,

FOI OUVIDO.

GIGANTE PELA PRÓPRIA NATUREZA,
ÉS BELO, ÉS FORTE, IMPÁVIDO COLOSSO,
E O TEU FUTURO ESPELHA ESSA GRANDEZA

Futuro pelo qual estamos lutando, agora, saturados pelo deboche, desfaçatez, desrespeito, insegurança, falta de educação e principalmente abandonados com relação a saúde.

TERRA ADORADA,
ENTRE OUTRAS MIL,
ÉS TU, BRASIL,
Ó PÁTRIA AMADA

DOS FILHOS DESTE SOLO ÉS MÃE GENTIL,
PÁTRIA AMADA,
BRASIL!

Sim, MÃE GENTIL, que desde seu descobrimento é desprezada, maculada, roubada, e continua através dos anos, sendo massacrada por alguns de seus filhos que se dizem representantes do povo.

MAS SE ERGUES DA JUSTIÇA, A CLAVA FORTE,
VERÁS QUE UM FILHO TEU NÃO FOGE A LUTA,
NEM TEME QUEM TE ADORA, A PRÓPRIA MORTE

O POVO SAIU AS RUAS O GIGANTE DESPERTOU:

NÓS, POVO BRASILEIRO, DESPERTAMOS COM O PEITO ESTUFADO, ORGULHOSOS, MOSTRANDO AO MUNDO QUE NÃO SOMOS SÓ O PAÍS DO FUTEBOL E DO CARNAVAL, QUE EMBORA TARDE, ACORDAMOS E ESTAMOS LUTANDO POR UM BRASIL MAIS JUSTO, MELHOR E PRINCIPALMENTE MAIS HONESTO.

Antigamente o futebol servia para acalmar, enganar a população que festejava uma conquista, uma vitória, uma copa e esquecia por uns instantes suas mazelas, suas frustrações.

Amadurecemos, fazemos as duas coisas, enchemos os estádios, superfaturados, festejamos nossas vitórias, comemoramos nossos títulos e reclamamos com indignação.

Os resultados já estão começando a aparecer, graças a Deus, estamos começando a mostrar a classe política que não somos mais massa de manobra. JÁ CHEGA!  BASTA!

Incendiamos de esperanças nossos corações, 

Acreditamos em dias melhores.

Nosso país vai voltar a ser grande. 

 POVO UNIDO JAMAIS SERÁ VENCIDO.

Grande abraço.

Paulo Coimbra
Abril/2019

quinta-feira, 4 de abril de 2019

MAS BEM CAPAZ!!!



AMIGOS,                    





“Menos conhecida do que a interjeição "Bah", a expressão "Capaz" – em suas múltiplas e talvez inesgotáveis aplicações – é uma das coisas mais esquisitas e mais insubstituivelmente úteis do dialeto sul-rio-grandense

Conforme a situação tem dupla interpretação. 

Querem ver?

1 – Significando possibilidade -  É capaz que vá hoje a festa.
Ou seja:  Não garanto, mas é possível, ou até provável, que eu  vá.

2- Significando negação -  Capaz que eu vou nessa festa! !!!
Ou seja: basta escrever de maneira diferente e acrescentar um ponto de exclamação - ocorre a mudança.

Depende da entonação e se colocarmos  na frente ainda o “mas” ou  o “bem”,  aí então a coisa muda totalmente de sentido.

  -  Mas bem capaz que eu vou nessa festa!

  significa que não vai mesmo.

É definitivo.!!!!

Só me lembrei disso depois que li que o partido NOVO  apresentou um projeto de autoria de Marcelo Van Hattem, que previa a devolução dos valores do Fundo partidário para a União.

Foi rejeitado por 294 x 144 votos.

A devolução do Fundo partidário seria facultativa, ou seja, devolveria quem quisesse.

O pior é que a lei atual dos  partidos políticos  (em letras minúsculas pois são o que representam para mim) não permite que estes valores do Fundo sejam doados ou utilizados para outros fins, ou seja - não usou gastem como quiserem, afinal é dinheiro do povo,

Só para terem uma noção o partido NOVO nunca utilizou esta verba que hoje soma 6,7 milhões.

Este dinheiro fica com os partidos para gastar a seu bel prazer .

Relação dos deputados federais (também em letras minúsculas) do Rio Grande do Sul que votaram contra o projeto:

VOCÊ VAI  DEVOLVER O DINHEIRO DO FUNDO PARTIDÁRIO PARA SER UTILIZADO  PELA UNIÃO????

MAS BEM CAPAZ!!!!

Afonso Motta
Não
RS
PDT
Bibo Nunes
Não
RS
PSL
Bohn Gass
Não
RS
PT
Daniel Trzeciak
Não
RS
PSDB
Giovani Cherini
Não
RS
PR
Henrique Fontana
Não
RS
PT
Marcelo Brum
Não
RS
PSL
Marcelo Moraes
Não
RS
PTB
Maria do Rosário
Não
RS
PT
Pedro Westphalen
Não
RS
PP
Pompeo de Mattos
Não
RS
PDT
Sanderson
Não
RS
PSL

ALGUNS não me surpreendem,  mas tem gente nova, que tinha um discurso liberal, que votou contra.

ANOTEM ESTES NOMES  DAQUI HÁ QUATRO ANOS PODEREMOS EXCLUÍ-LOS DA POLÍTICA.

Aproveito a oportunidade para convidar nossos deputados federais, que votaram contra, que comprem um boné igual a este.

Assim seus eleitores não esquecerão o voto deles quando interessa ao Brasil.

Grande abraço

Paulo Coimbra
Abril/2019


terça-feira, 2 de abril de 2019

O QUE É SOCIALISMO?

AMIGOS,

Resolvi dar uma atenção maior ao tema SOCIALISMO, tão em voga e tão discutido hoje pela nossa sociedade.

Recorrendo ao GOOGLE  achei este comentário que repasso a vocês:


"Socialismo é uma doutrina política e econômica que surgiu no final do século XVIII e se caracteriza pela ideia de transformação da sociedade através da distribuição equilibrada de riquezas e propriedades, diminuindo a distância entre ricos e pobres."

No papel definição perfeita!!!!

"Karl Marx, um dos principais filósofos do movimento, afirmava que o socialismo seria alcançado a partir de uma reforma social, com luta de classes e revolução do proletariado, pois no sistema socialista não deveria haver classes sociais nem propriedade privada". 

Notem o termo – Revolução do Proletariado – exatamente o que diz o vídeo gravado por alguns líderes de esquerda, entre eles Fernando Gabeira – Eduardo Jorge e Vera Silva Magalhães: Nós não lutávamos pela democracia, mas sim para implantar uma ditadura do proletariado.

"Todos os bens e propriedades particulares seriam de todas as pessoas e haveria repartição do trabalho comum e dos objetos de consumo, eliminando as diferenças econômicas entre os indivíduos"

Outra vez no papel - Isso seria realmente a situação ideal.

"A origem do socialismo tem raízes intelectuais e surgiu como resposta aos movimentos políticos da classe trabalhadora e às críticas aos efeitos da Revolução Industrial (capitalismo industrial)".
.
"O socialismo sugeria uma reforma gradual da sociedade capitalista, diferenciando-se do comunismo, que era mais radical e defendia o fim do sistema capitalista e queda da burguesia através de uma revolução armada".
Olhem que interessante:
Existem três tipos de socialismo:
“Socialismo Utópico
socialismo utópico foi uma corrente de pensamento criada por Robert Owen, Saint-Simon e Charles Fourier. De acordo com os socialistas utópicos, o sistema socialista se instalaria de forma branda e gradativa.
O nome socialismo utópico surgiu graças à obra "Utopia" de Thomas More, sendo que a utopia é referente a algo que não existe ou não pode ser alcançado. Os primeiros socialistas, que foram os utópicos, tinham em mente a construção de uma sociedade ideal, através de meios pacíficos e da boa vontade da burguesia.
Karl Marx classificava os métodos dos utópicos de "burgueses", porque eles se baseavam na transformação súbita na consciência dos indivíduos das classes dominantes, acreditando que só assim se alcançaria o objetivo do socialismo”.
“Socialismo científico
O socialismo científico, criado por Karl Marx e Friedrich Engels, era um sistema ou teoria que tinha como base a análise crítica e científica do capitalismo.
O socialismo científico, também conhecido como marxismo, se opunha ao socialismo utópico, porque não tinha a intenção de criar uma sociedade ideal.
Tinha sim o propósito de entender o capitalismo e suas origens, o acumular prévio de capital, a consolidação da produção capitalista e as contradições existentes no capitalismo. Os marxistas anunciaram que o capitalismo eventualmente seria ultrapassado e chegaria ao fim.
O socialismo marxista tinha como fundamento teórico a luta de classes, a revolução proletária, o materialismo dialético e histórico, a teoria da evolução socialista e a doutrina da mais-valia. Ao contrário do socialismo utópico e sua pacificidade, o socialismo científico previa melhores condições de trabalho e de vida para os trabalhadores através de uma revolução proletária e da luta armada.
Sempre o termo revolução proletária e luta armada!!!
De acordo com o marxismo, uma sociedade baseada no capitalismo era dividida em duas classes sociais: os exploradores (donos dos meios de produção, das fábricas, das terras), pertencentes à burguesia, ou seja, os burgueses; e os explorados (aqueles que não tinham posses e tinha que se sujeitar aos outros). Esse duelo entre as classes é aquilo que transforma e propele a história”.
“Socialismo real
Socialismo real é uma expressão que designa os países socialistas que preconizam a titularidade pública dos meios de produção.

No século XX, as ideias socialistas foram adotadas por alguns países, como: União Soviética (atual Rússia), China, Cuba e Alemanha Oriental. Porém, em alguns casos, revelou-se um sistema comunista constituído por regimes autoritários e extremamente violentos. Esse socialismo é também conhecido como socialismo real - um socialismo colocado em prática, que causou uma deturpação semântica do "socialismo", levando assim a esses regimes que demonstraram desrespeito pela vida humana”. 
Eu incluo aqui a Venezuela!!!
Então o que vemos atualmente:
Criticam o CAPITALISMO, falam em excluídos, lutam por igualdade entre as pessoas, querem terminar com as diferenças sociais, bradam a todo o mundo que estão tentando construir um mundo melhor, mas na real o que acontece:
Nos países onde se instalou o socialismo, quando são alçados ao poder - esquecem dos discursos de igualdade e transformam seus países em ditadura onde só quem tem uma vida digna são os "poderosos" o povo cada vez mais passando trabalho e fome.
E aí, meu caro a definição de socialismo que citei no inicio do texto:
"transformação da sociedade através da distribuição equilibrada de riquezas e propriedades, diminuindo a distância entre ricos e pobres:
Vai para as cucuias!!!
Grande abraço
Paulo Coimbra
Abril/2019
Obs: tudo que está sublinhado foi incluído por mim.